• Palmeiras acerta com atavcante Danilo Neco do Alania da Russia

    Verdão tem acordo com atacante por um ano. Atleta já fez exames médicos mas ainda precisa de liberação jurídica

    Atualizado em 09/01/2014 - 17:57

    Palmeiras acerta com atavcante Danilo Neco do Alania da Russia

    O atacante Danilo Neco, revelado pela Ponte Preta e que atuava no Alania, da Rússia fechou com o Verdão. O time e o jogador acertaram vínculo até dezembro. Danilo já fez exames médicos. Porém, a contratação ainda depende de um aval do departamento jurídico, pois o atleta moveu um processo na FIFA para ser liberado do clube Russo, alegando quatro meses de salários atrasados.

    O advogado de Danilo, Eduardo Carlezzo, afirmou que o atleta já poderia assinar um novo contrato, treinar e ser apresentado, mas depende do certificado de transferência internacional para poder entrar em campo pelo Palmeiras.

    "A CBF precisa desse certificado, algo que costuma ser rapidamente enviado depois da assinatura. O Palmeiras registra o jogador e comunica a CBF, que fala com a federação russa para enviar o documento. Se liberarem, em poucos dias ele pode jogar. Mas se a federação russa, instruída pelo Alania, não liberar, aí entraremos com pedido de registro provisório. É como se fosse uma liminar dando condição de jogo. Esperamos ter isso entre 15 e 30 dias a partir da data do pedido. Se a federação negar o certificado depois de ele assinar com o Palmeiras, entramos com o pedido no dia seguinte" explicou Carlezzo.

    Ainda segundo o advogado, a chance de não se obter o registro provisório na Fifa é mínima, já que outros jogadores do Alania também sofreram com o mesmo problema de salários atrasados. O processo de Danilo Neco envolve outras indenizações que, somadas, totalizam aproximadamente US$ 1 milhão (R$ 2,4 milhões). 

    "Rescindimos unilateralmente e entramos na Fifa pedindo o encerramento do contrato por justa causa. O Alania já foi notificado e aguardamos agora até o fim do mês essa contestação. Ontem (quarta-feira) o jurídico do Palmeiras pediu uma documentação relativa ao processo e enviei a eles. Agora estamos esperando" disse o advogado.

    O Alania foi rebaixado ano passado e entrou em crise. Com isso outros brasileiros, como Welinton, Diego Maurício (ex-Flamengo) e Rudnei (ex-Cruzeiro), sairam do clube russo. 

    "Antes de entrar na Fifa, tentamos negociar por um mês com o Alania, mas não tivemos nenhuma garantia sobre o pagamento dos salários atrasados, nem resposta sobre se manteriam em dia os do futuro. O mais grave é que foi um atraso generalizado" finalizou 
    Carlezzo.

    (Foto/Fonte: Globoesporte.com)



    Veja mais notícias sobre o Palmeiras >


    Veja mais notícias sobre o Rússia >