• Brasil vence Espanha e é campeão Mundial no salão

    Em jogo muito emocionante, Falcão faz a diferença e Neto decide na prorrogação, faltando 19 segundos para o fim do jogo

    Atualizado em 19/11/2012 - 0:44

    Brasil vence Espanha e é campeão Mundial no salão

     

    Em reedição da decisão da Copa do Mundo de Futsal de 2008, Brasil e Espanha fizeram uma partida repleta de emoções em 2012, muito disputado do início ao fim, e o sofrimento só acabou na prorrogação, com um 3 a 2 suado, o Brasil ganha seu sétimo título mundial.

    Porém, aos olhos da FIFA, o Brasil ganhou seu quinto troféu, contando apenas os campeonatos organizados pela entidade apartir de 1989. Enquanto a Espanha ganhou a Copa em 2000 e 2004, amarga agora o quarto vice-campeonato para o Brasil, em cinco disputas. O Brasil agora junta o título de 2012 a mais outros seis, conquistados em 1982, 1985, 1989, 1992, 1996 e 2008.

    Melhor no começo do jogo, a Espanha partiu pra cima do Brasil, que se defendia muito bem pra segurar, porém, a fúria tinha mais volume de jogo, e conseguia chegar com mais perigo ao gol brasileiro. A Espanha perdeu seu melhor jogador, Lozano, que sofreu carrinho do brasileiro Jé e teve que sair da partida.

    O Brasil só reagiu na partida na segunda etapa, quando Falcão entrou em quadra, e deu mais mobilidade a equipe, conseguindo pressionar e driblar com mais facilidade a zaga espanhola, e dessa forma, o Brasil abriu o placar. Em cobrança de escanteio, Neto bateu cruzado e fez 1 a 0 Brasil.

    Mas a festa brasileira iria durar pouco, pois logo depois a Espanha empatou a partida, com Torras que aproveitou o rebote dado pelo goleiro Tiago. Um minuto depois, a Espanha virou o jogo, com Aicardo aproveitando escanteio, a bola ainda desviou na zaga brasileira, enganando Tiago.

    A Espanha quase garantiu a vitória com Torras que acertou o travessão em cobrança de falta ensaiada, mas foi o Brasil que marcou, empatando a partida. Rodrigo entrou como goleiro linha, e a seleção tinha o intuito de pressionar faltando dois minutos para o fim, até que Falcão bateu da intermediaria, de esquerda, para fazer o segundo do Brasil, e 2 a 2 no placar.

    O jogo ficou aberto mas seguiu para prorrogação, sem perder a emoção, o Brasil saia com tudo para o ataque, mas parava sempre na ótima defesa espanhola, que tentava se aproveitar nos contra-ataques.

     Até que nos últimos 19 segundos de jogo, Neto apareceu para decidir a partida, em boa jogada individual pela lateral esquerda, acertou uma bomba certeira, fazendo 3 a 2 para o Brasil. A Espanha até que tentou nos últimos segundos após o gol, mas já era a tarde, o título mais uma vez era verde e amarelo.



    Ficha Técnica 



    Espanha: Juanjo, Kike, Aicardo, Alemão e Fernandão. Entraram: Ortiz, Torras, Álvaro, Miguelin, Lozano, Borja e Lin.
    Técnico: Venancio López.
     

    Brasil: Tiago, Neto, Gabriel, Simi e Fernandinho. Entraram: Ari, Rafael Rato, Vinicius, Jé, Falcão, Wilde e Rodrigo.
    Técnico: Marcos Sorato.



    Veja mais notícias sobre Futebol de Salão >